quinta, 11 maio 2017 08:55

Unidade de elite da Marinha ao lado dos Navy Seals em treino das forças especiais Featured

Written by
Rate this item
(1 Vote)

Exercício ocorre na região do Báltico, uma área onde a NATO tem reforçado a sua presença por causa da ameaça russa

Membros do Destacamento de Acções Especiais (DAE), uma unida de elite da Marinha Portuguesa, estão a participar no maior exercício anual de operações especiais da Nato, ao lado de forças de segurança como os Navy Seals, dos Estados Unidos.

O exercício - que recebeu o nome de Flaming Sword - começou a 1 de maio e decorre até dia 18 do mesmo mês na região do Báltico. Junta militares altamente treinados das forças especiais que operam no ar, mar e terra, em ações militares sigilosas.

Em entrevista ao Expresso, o comandante do DAE, cujo nome não foi revelado por razões de segurança, explicou que os militares portugueses receberam um "convite dos Estados Unidos para integrar uma unidade de operações especiais da Marinha dos Estados Unidos".

O comandante explicou que os portugueses estão a treinar lado a lado "com militares norte-americanos, lituanos e de países nórdicos, membros da NATO", num "exercício unicamente de operações especiais".

"A grande vantagem que a Marinha e o Destacamento de Ações Especiais retiram da participação neste exercício é a possibilidade de operar em padrões de elevada exigência [os padrões NATO]", continuou.

"Só por estarmos a trabalhar com os estes parceiros podemos partilhar conhecimentos - aprendendo mas também ensinando - e acompanhar tudo o que existe de mais recente em termos de técnicas táticas e procedimentos", explicou o comandante.

Durante o treino, "os militares estarão envolvidos numa crise fictícia para poder treinar as capacidades" e realizar "todo o espetro de missões", segundo o responsável.

O exercício anual decorre desta vez na região do Báltico, uma área onde a NATO tem reforçado a sua presença para prevenir uma possível tentativa de anexação russa similar à que ocorreu em 2014, na Crimeia.

Os militares portugueses já tinham participado neste exercício anual da NATO em 2015 e foram agora colocados junto à costa, "na região norte da Lituânia".

Read 649 times Last modified on quinta, 11 maio 2017 09:14
Ops

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Temos 1035 visitantes e 0 membros em linha
Top

We use cookies to improve our website and your experience when using it. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. To find out more about the cookies we use and how to delete them, see our privacy policy.

  I accept cookies from this site.
EU Cookie Directive Module Information