segunda, 27 fevereiro 2017 15:27

Forças Especiais Russas Featured

Written by Defesanet
Rate this item
(0 votes)

No dia 27 de Fevereiro o Ministério da Defesa da Rússia comemora o Dia das Forças Especiais. Talvez em homenagem discreta, ao 17FEV1917, quando soldados e a população invadiram o Palácio Tauride, em Petrogrado, e deu início à primeira fase da Revolução Russa.


 
Para comemorar o Ministério da Defesa da Rússia publicou uma série de fotos mostrando Forças Especiais Russas em acção. DefesaNet solicitou ao especialista Alexandre Beraldi uma análise dos equipamentos dos FEs russos mostrados nas fotos.

O programa de modernização de equipamentos de infantaria do exército russo, conhecido como Ratnik (Guerreiro), já está em produção há cerca de dois anos e vem sendo distribuído para as tropas regulares desde então.


 
Toda a infantaria de marinha russa (fuzileiros navais) já foi equipada com esses novos materiais, e o restante das tropas vem sendo equipadas desde o ano passado ao ritmo de 50 mil unidades entregues por ano.  Algumas unidades usaram partes do sistema, como na invasão da Crimeia

O Ratnik é composto de subsistemas como capacete, colete balístico, veste táctica com acessórios para transporte de equipamentos e munição, uniforme de combate e vestimentas especiais, tudo em novo padrão de camuflagem pixelizada.

Além disso, miras de visada rápida, apontadores laser, sistemas de comunicação e de aquisição e partilha de dados também fazem parte do pacote.
 
As Forças Especiais



O curioso é que as unidades militares de operações especiais russas, que via de regra são as primeiras a receber novos materiais de utilização militar, tem se apresentado nos últimos anos equipadas predominantemente não com o Ratnik, mas com modernos equipamentos e uniformes de origem ocidental.

Vê-se o uso corriqueiro de uniformes com a camuflagem em padrão Multicam – que na realidade já foi adoptado por inúmeros exércitos e forças paramilitares em nível mundial – e em padrão ATACS, com destaque para as calças de combate da conhecida fabricante norte-americana Crye Precision; os modernos capacetes balísticos Ops-Core FAST, com trilhos para acessórios e engates para OVN, padrão mundial nas unidades de operações especiais, também protegem os operadores russos.
 
Na parte de armamento e acessórios, quando o normal a se esperar seria a padronização com os novos e modernos equipamentos das forças convencionais, vemos uma profusão de materiais ocidentais, tais como miras EO Tech XPS-3 e Aimpoint M-4, muitas vezes acompanhadas de magnificadores de três aumentos dos mesmos fabricantes, e apontadores laser AN/PEQ-15, além de OVNs no padrão AN/PVS-14, tipicamente usados pelo exército norte-americano e demais forças especiais ocidentais.



Tropas russa equipadas com o padrão RATNIK (Guerreiro). Equipadas com a espingarda AK-74 Foto - MOD RU

Até mesmo adaptadores de coronhas telescópicas padrão AR-15 para equipar ass AK-74M Custom (serão substituidos pelo AK-12), com as conhecidas coronhas Magpul e coldres kydex ocidentais de diversos fabricantes têm sido regularmente vistos.
 
Diante disso fica a dúvida: estariam os russos se dobrando a uma suposta superioridade de  qualidade e tecnologia dos produtos ocidentais frente aos seus mais novos equipamentos (Ratnik), ou seriam outros os motivos?

Read 187 times Last modified on domingo, 19 março 2017 15:46

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Temos 1021 visitantes e 0 membros em linha
Top

We use cookies to improve our website and your experience when using it. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. To find out more about the cookies we use and how to delete them, see our privacy policy.

  I accept cookies from this site.
EU Cookie Directive Module Information