segunda, 20 março 2017 17:37

Spetsnaz Alfa: O escudo que protege o coração da Rússia Featured

Written by Sputnik
Rate this item
(1 Vote)

Ao mesmo nível que os Navy Seals dos Estados Unidos da América e os SAS britânico, o Grupo Alfa é um dos corpos de elite mais poderoso do mundo, apenas a sua menção inspira temor entre os inimigos da Rússia.

Nos anos 70, os atentados terrorista sucediam por todo o lado, chegando ao seu ao seu máximo com o massacre de Munique de 1972, onde vários atletas israelitas foram assassinados pelo comando terrorista Setembro Negro.

Preocupado com estes acontecimentos, o director do KGB, Yur Andrópov, decidiu a criação a 29 de Julho de 1974 mediante a ordem especial 0089/OB, de uma legião de guerreiros, para actuar contra a ameaça terrorista sobre o que era então a URSS.

Vamos descobrir quem são estes soldados de elite que protegem a Rússia.

Spetsnaz ou Forças Especiais Alfa

O critério de selecção para fazer parte desta força especial é dos mais exigentes do mundo, requer uma força física e mental sem igual. O seu rigor deve-se a que os seus objectivos requerem um nível de habilidade que poucas pessoas podem alcançar.

 

O Grupo Alfa tem como missão parar o terrorismo, a sabotagem e outros actos subversivos cometidos por grupos terroristas ou elementos hostis contra a Rússia. Também protegem instalações estratégicas como os aeroportos, comboios e portos situados em todo o território russo.

Os membros desta legião especial consideram-se especialmente brilhantes. Os instrutores valorizam especialmente a resistência psicológica e os êxitos em diversas áreas. O limite de idade para entrar nesta força de elite está nos 28 anos, embora haja excepções, se o candidato pertenceu no passado a outros corpos de segurança.

Ao ser uma unidade de elite o seu armamento é tão especial como eles e está feito exclusivamente para eles. É de destacar o uso da espingarda de assalto subaquático APS que pode disparar debaixo de água(está sendo substituída pela espingarda ADS). Também tem coletes anti-bala compostos de uma mistura de titânio e kevlar. Como podem ver, é um armamento formidável para fazer frente a qualquer inimigo.

 

Dedica-se uma ênfase especial a formação em pára-quedismo para poder surpreender o inimigo com rápido assalto, assim como o treino em mergulho, todo ele com o objectivo de salvar quantas vidas inocentes sejam necessárias, em qualquer lugar e em qualquer momento.

Em quanto à sua organização, o grupo Alfa está adstrito ao Departamento A do FSB (Serviço Federal de Segurança). Isto difere de outros corpos spetsnaz que estão vinculados ao Ministério de Defesa.

Domínio do Combate Corpo-a-Corpo

Uma das características mais destacadas dos spetsnaz Alfa é a sua destreza na luta corpo-a-corpo. Tenhamos em conta que as operações contra-terroristas evadas a cabo por esta força de elite podem ser espaços fechados (edifícios, instalações estratégicas etc...) onde a habilidade em artes marciais é fundamental.

Os dois estilos de combate em que são treinados os Alfa, e alcançam uma mestria sem igual, são o sambo e systema.

 O sambo foi desenvolvido a partir de 1938. Baseado numa mistura de estilos centra-se em parar o ataque de um adversário armado no menor tempo possível. 

O Systema, é uma forma de luta sem armas que data do século X, e que agora se está expandido pela Argentina com grande êxito. O Systema tem uma grande versatilidade e se centra em usar a força do oponente a seu favor. Tem uma características muito particular, no momento de golpear em vez de tenso a nível muscular, o systema aposta pelo relaxe.

Como podemos ver, ambos os estilos procuram utilizar a força do adversário a seu favor, e no uso de imobilizações e força não letal. 

Operações Destacadas

Ao longo da sua carreira, o Grupo Alfa tem cumprido com honra a sua tarefa de defender a Rússia contra a ameaça terrorista. Entre missões mais distinguidas podemos destacar:

A Operação Tormenta 333 realizada em 27 de Dezembro de 1979, considerada como uma operações especiais com mais êxito da história, o grupo Alfa interveio com o esquadrão Trueno, composto por 24 mmbros, alcançando sem baixas o objectivo de derrubar Amín, o ditador do Afeganistão.

A libertação da tripulação e dos passageiros do voo Tiblisi-Leningrado em 19 de Novembro de 1983. O avião, um TU-134A, foi sequestrado por um grupo de jovens georgianos.

Guardiães da Rússia

Hoje, com o auge do terrorismo islamita, e as grandes tensões mundiais, os Alfa são mais necessários que nunca. O seu trabalho contra-terrorista é um escudo que protege os cidadãos russos do terror. Na obscuridade da noite, no frio mais severo e até no inferno, os Alfa protegem a Rússia.

Read 961 times Last modified on segunda, 20 março 2017 23:14

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Temos 1047 visitantes e 0 membros em linha
Top

We use cookies to improve our website and your experience when using it. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. To find out more about the cookies we use and how to delete them, see our privacy policy.

  I accept cookies from this site.
EU Cookie Directive Module Information